Prop alt pulp

Classified in Other subjects

Written at on English with a size of 5.34 KB.

 

Pulpite reversível (Hiperemia Pulpar)

Características: dor rápida e aguda e cessa qnd o estímulo é removido (ñ há dor espontânea).

Causas: Cáries dentinárias pequenas, raspagens radiculares e restauração sem proteção pulpar.

Hiperemia pulpar (histopatológico)

- Hiperemia, edema, infiltrado inflamatório crônico.

Tratamento: Remoção da causa.

Pulpite aguda

Clínica: Cárie ou restaurações extensas.

Características: dor expontânea, intermitente ou contínua, aumentando em decubito dorsal.

Pulpite aguda serosa: edema, infiltrado inflamatório (presença de neutrófilos) e desorganização dos odontoblastos.

Pulpite aguda purulenta: áreas de microabscessos na polpa.

Tratmento da pulpite aguda: endodôntico.

Pulpite aguda

• Pulpite crônica ulcerada (aberta)

• Pulpite crônica hiperplásica (pólipo pulpar)

Clínica: cárie extensa c/ exposição pulpar.

Dor: ausente ou moderada, principalmente à compressão.

Tratamento: endodôntico.

Pulpite crônica hiperplásica (pólipo pulpar)

Clínica: crianças e aultos jovens, dentes c/ grande exposição pulpas, + em molares, assintomático ou dor à compressão.

Pólipo pulpar: tecido de granulação.

Tratamento: endodôntico.

Necrose pulpar

Causa: pulpites ou traumas

Clínica: assintomáticos e dentes c/ coroas escurecidas.

Histopatológico: destruição total ou parcial da polpa.

Necrose de coagulaçõ ou liquefação

Tratamento: endodontia.

Lesões periapicais: granulomas periapicais, cisto radicular.

Garnulomas

Carac.: dentes ñ vitais, assintomático.

RX: lesão radiolúcida unilocular, geralmente pequena, associada à raiz de um dente necrosado.

Histol.: tec. de granulação: presença de linfócitos, plasmócitos e macrófagos.

Tratamento: endodôntico/cirurgia.

Cisto radicular

Carac. clínicas: assintomático, associado a um dente sem vitalidade pulpar, pode atingir grandes proporções e causar aumento de volume.

Carac. radiográficas: lesão radiolúcida unilocular, bem definida, associada a raiz de dente necrosado.

Reabsorção radicular

Reabsorção externa

Céls responsáveis pela absorção: localizadas no lig. periodontal.

Causas: fisiológica, traumas dentários, lesões, força mecânica e oclusal, dentes reimplantados...  

Carac. radiográficas: irregular - aspecto de "roído de traça", observa-se contorno dos canais radiculares.

Tratamento: remoção dos fatores e do tec. que está causando reabsorção.

Absorção interna

Céls responsáveis pela reabsorção: localizadas no tec. pulpar.

Causas: injúrias ao tec. pulpar por trauma, cáries ou fatores idiopáticos.

Carac.: assintomática, tec. pulpar vital, pode ocorrer em qualquer local da polpa, qnd ocorre em polpa coronária: "dente róseo de Mummery".

Radiografia: destruição uniforme, simétrica, radiolucidez bem definida, causa "dilatação" do tec. pulpar.

Tratamento: remoção do tec. pulpar, tratamento de canal.

Entradas relacionadas: