Vishuei

Classified in Other subjects

Written at on English with a size of 8.4 KB.

 

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO:
É constituído por: uma vulva (genitália externa), uma vagina, um útero, duas tubas uterinas (ovidutos ou trompas de Falópio), dois ovários.
Está localizado no interior da cavidade pélvica.

Vulva (Genitália Externa): Delimitada e protegida por duas pregas cutâneo-mucosas intensamente irrigadas e inervadas - os grandes lábios Æ recobertos por pêlos pubianos na mulher reprodutivamente madura. Mais internamente, outra prega cutâneo-mucosa envolve a abertura da vagina - os pequenos lábios Æ protegem a abertura da uretra e da vagina.
Na vulva também está o clitóris, formado por tecido esponjoso erétil Æ homólogo ao pênis do homem.
Prepúcio do clitóris (clitoriano):dobra de pele que envolve o clitóris.
Monte de Vênus: coxim gorduroso, que diminui o impacto durante a relação sexual Æ localizado acima do prepúcio clitoriano.
Óstio (meato) uretral externo: orifício por onde sai a urina Æ localizado entre os pequenos lábios.
Vestíbulo da vagina: é um espaço localizado entre os pequenos lábios.
Hímen: membrana circular que protege a entrada (óstio) da vagina Æ fecha parcialmente o orifício vulvo-vaginal e é perfurado no centro, podendo ter diversas formas Æ geralmente se rompe nas primeiras relações sexuais.
Carúncula himenal: é o que restou do hímen após várias relações sexuais Æ principalmente após o parto.

Vagina: Canal de 8 a 10 cm de comprimento, de paredes elásticas, que liga o colo do útero aos genitais externos Æ é o órgão feminino de cópula. Contém de cada lado de sua abertura (internamente) duas glândulas denominadas glândulas de Bartholin Æ secretam um muco lubrificante. Possibilita também a expulsão da menstruação e, na hora do parto, a saída do bebê.

Útero: Órgão oco situado na cavidade pélvica anteriormente à bexiga e posteriormente ao reto, de parede muscular espessa (miométrio) e com formato de pêra invertida. É revestido internamente por um tecido vascularizado rico em glândulas - o endométrio. Está subdividido em: fundo, corpo, istmo e cérvix (colo do útero).

Ovários: São as gônadas femininas Æ responsáveis pela produção, maturação dos gametas femininos Æ ovogênese. Produzem estrógeno e progesterona Æ hormônios sexuais femininos.

Tubas uterinas: chamadas ovidutos ou trompas de Falópio. Dois ductos -10 cm de comprimento que unem o ovário ao útero. Epitélio de revestimento: células ciliadas Æ batimentos dos cílios microscópicos e movimentos peristálticos impelem o gameta feminino até o útero. Subdividida em 4 partes, do útero até ovário: uterina, istmo, ampola e infundíbulo.

OVOGÊNESE:
Período fetal:
1- Multiplicação (período germinativo): ovogônias sofrem várias divisões mitóticas Æ novas ovogônias.
2- Crescimento: ovogônias crescem e sofrem modificações graduais Æ ovócitos I
3- meiose 1 até terminar a prófase 1
A partir da puberdade
:
4- Maturação:
-Ovócitos I terminam meiose 1Æovócitos II.
-Ovócitos II iniciam 2ª divisão meiótica,parando em metáfase II Æ ovulação.
Se ocorrer fecundação: Ovócitos II completam a 2ª divisão meiótica Æ óvulo.


CIRCUITO HIPOTÁLAMO/HIPÓFISE: o sistema nervoso interage com o endócrino formando mecanismos reguladores bastante precisos. Hipotálamo: localizado no encéfalo diretamente acima da hipófise, é conhecido por exercer controle sobre ela por meios de conexões neurais e substâncias semelhantes a hormônios chamados fatores desencadeadores (ou de liberação).

HORMÔNIOS OVARIANOS FEMININOS:
A- Que apresentam secreção controlada pelos hormônios gonadotróficos da hipófise:
1- Estrogênio (estrógeno): secretado pelo folículo ovariano Æ controla o desenvolvimento das características sexuais secundárias, inicia o crescimento do endométrio durante o ciclo menstrual.
2- Progesterona: secretada pelo corpo lúteo Æ indispensável para a implantação do óvulo fertilizado e para o desenvolvimento inicial do embrião.
B- Relaxina: secretada pelo corpo lúteo e pela placenta durante a gravidez:
-aumenta o número de receptores para ocitocina Æ preparação para o trabalho de parto.
-produz ligeiro amolecimento das articulações pélvicas e de suas cápsulas articulares Æ flexibilidade necessária para o parto.

FERTILIZAÇÃO:
Transporte dos gametas: Transporte do ovócito; Transporte do espermatozóide
Maturação dos espermatozóides: Capacitação; Reação acrossômica

Primeira semana do Desenvolvimento Humano:
Fases da fertilização:
-Passagem do espermatozóide através da corona radiata, que envolve a zona pelúcida do ovócito
-Penetração na zona pelúcida que envolve o ovócito
-Reação da zona: Fusão das membranas plasmáticas do ovócito e do espermatozóide.
-Término da segunda divisão meiótica do ovócito e formação do pronúcleo feminino.
-Formação do pro-núcleo masculino
-As membranas dos pro-núcleos se dissolvem, os cromossomos se condensam e se dispõem preparando-se para a divisão celular mitótica.

Clivagem do zigoto: Formação do blastocisto: trofoblasto; Massa celular interna ou embrioblasto

HORMÔNIOS DA GRAVIDEZ:
1- Gonadotrofina coriônica humana (HCG): hormônio glicoproteíco, secretado pelas células do trofoblasto após nidação
-mantém o corpo lúteo
-manutenção das taxas de progesterona e estrogênio
-manutenção da gravidez, inibição da menstruação e ausência de nova ovulação.
-Concede imunossupressão à mulher Æ não rejeição do embrião.
-Tem atividade tireotrófica.
-Estimula a produção de testosterona pelas células de Leydig do testículo fetal Æ diferenciação sexual do feto do sexo masculino.
-Por volta da 15ª semana de gestação, com a placenta já formada e madura (produzindo estrógeno e progesterona) ocorre declínio acentuado na concentração de HCG e involução do corpo lúteo.
2- Hormônio lactogênico placentário humano: hormônio protéico encontrado no plasma da gestante a partir da 4ª semana de gestação Æ efeito lipolítico, aumenta a resistência materna à ação da insulina e estimula o pâncreas na secreção de insulina, ajudando no crescimento fetal Æ maior quantidade de glicose e de nutrientes para o feto em desenvolvimento.
3- Aldosterona: mantém o equilíbrio de sódio Æ progesterona estimula eliminação e aldosterona promove reabsorção.
4- Progesterona: estimula o centro respiratório, fazendo com que aumente a ventilação Æ mãe manda mais oxigênio para o feto.

Entradas relacionadas: